sábado, 4 de novembro de 2017

O Estado condenou Kelly à morte por ter dado o direito de “saidinha” ao seu assassino, que estava preso

Jonathan Pereira do Prado, preso que confessou a morte da jovem Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, após uma carona combinada pelo WhatsApp, estava foragido desde março, segundo a Polícia Civil de Frutal, em Minas Gerais.
Beneficiado pelo direito de saída temporária, ele não voltou ao Centro de Progressão Penitenciária (CPP), de São José do Rio Preto (SP). As informações são da Veja.
Jonathan cumpre pena por assalto e confessou ter entrado no grupo virtual com a intenção de roubar Kelly através de uma falsa carona. Outros crimes na ficha de Jonathan incluem como estelionato, furto e receptação.
Outros dois suspeitos, Wander Luis Cunha e Daniel Teodoro da Silva, que, de posse de bens da jovem, foram enquadrados por receptação e também foram presos.
A história de Kelly comoveu o Brasil, pois ela estava desaparecida deste quarta-feira quando, segundo contou a família à polícia, havia deixado a cidade de São José do Rio Preto, onde residia, para viajar até a cidade de Itapagibe, em Minas Gerais, para visitar o namorado.
Ela fazia parte de um grupo de carona e tinha combinado de levar um casal até a cidade mineira. Na hora da viagem, a mulher desistiu e foi apenas o homem, Jonathan, que não era conhecido de Kelly.
O corpo de Kelly foi encontrado na tarde desta quinta (2) em um córrego no interior de Minas Gerais. A declaração de óbito aponta para morte por asfixia e estrangulamento. O caso é tratado até o momento como latrocínio, informa a Polícia. Mas como ela foi encontrada sem as calças pode também ter sido estuprada.
Legisladores que criam leis abomináveis como essa da “saidinha” sabem da consequência de seus atos. Mas eles não ligam. Não possuem empatia pelo ser humano.
O Estado poderia ter protegido a vida de Kelly, mas escolheu brincar com vidas humanas ao adotar regras de leniência com o crime. O resultado desse sadismo está aí, com a morte de Kelly, que é mais um exemplo das vítimas de monstros que defendem leis de impunidade.
Ao dar o direito de saída temporária a Jonathan, o Estado condenou Kelly à morte. O portal o Grito do Rio, Faz uma pequena pergunta? Voces ainda acreditam em eleições ? O Brasil precisa urgente de uma Intervenção Militar, com cadeia para todos os bandidos politicos , o fim do apadrinhamento. Chegou a hora de voltar-mos a ter Ordem e Progresso. Brasil voce precisa de uma ação agora. Queremos o vim das eleições presidencias . General na presidencia urgente.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Cármen Lúcia traiu a Instituição. Ele nem deu bola para palavra do General Mourão.

 

Exército fará com que Cármen Lúcia pague caro por trair a Instituição

Quem assistiu a palestra completa do general Mourão, na qual ele explicou em quais circunstâncias ocorreria uma intervenção militar, sabe que ali estava sendo explicado um projeto de soluções para o Brasil.
“Ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso”, disse Mourão em palestra gravada, justificando que “desde o começo da crise o nosso comandante definiu um tripé para a atuação do Exército: legalidade, legitimidade e que o Exército não seja um fator de instabilidade” 
 O Eminente Militar foi claro e objetivo:
Dito isso, sabe-se que Cármen Lúcia não cumpriu o seu papel ontem. 
O Antagonista diz que a presidente do Supremo esperava que Celso de Mello votasse a favor do aval do Congresso para medidas cautelares contra parlamentares determinadas pelo STF.
"Todo mundo esperava. Tanto é que jornalistas publicaram que o placar seria de 7×4."
No entanto, como se viu, Cármen deu o voto definitivo que decretou a morte do STF como autoridade máxima do Poder Judiciário. Ela foi a principal culpada pelo assassinato da Instituição.
O Exército deve intervir para salvar a Instituição. Os três pilares que sustentam uma atuação do Exército estão consolidados. 
A intervenção é questão de tempo. 
Fonte :www.papotv.com.br

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

General diz que Constituição foi ‘abandidada’: “Os militares saberão resolver nosso grave problema”


O general de brigada Paulo Chagas tem usado (cada vez mais) as redes sociais para acordar a população

Em uma publicação feita ontem, Chagas destacou que a Constituição Brasileira foi ‘abandidada’
“A atual CF, promulgada após o fim do Regime Militar, transformou a liberdade em libertinagem e instrumentalizou a impunidade”
Ele fez um rápido comentário sobre a exposição criminosa exposta no MAM na última semana:
“Não é por outra razão que uma jovem mãe leva sua filha de quatro anos para apreciar e tocar a “expressão artística” […] gestores do MAM não têm qualquer escrúpulo para empenhar o dinheiro dos impostos recolhidos de todos os brasileiros para financiar a exposição pública de um nudista.”
Sobre o STF:
“Não é por outra razão que o STF manda trazer de volta ao Rio de Janeiro 55 criminosos líderes das facções que tiranizam as “comunidades” e que promovem assassinatos e guerras pelo domínio do tráfico de drogas no estado.”
Chagas disse que a sociedade está desarmada e 60 mil vidas estão sendo ceifadas por ano:
“O povo é obrigado a ouvir asneiras e mentiras de desarmamentistas, hipócritas especializados em promover a “paz” e que visam não mais do que impedi-la de decidir por si própria a sua auto defesa.”
Com relação ao Congresso Nacional:
“… identificamos, hoje, pasmos e revoltados, a presença massiva de bandidos no Congresso Nacional sendo apaniguados pelos “amigos” estrategicamente empossados no Supremo Tribunal Federal”
Em uma outra publicação, feita pelo Cel Mario Hecksher Neto e compartilhada pelo general, ele destacou:
“Quem vai resolver o nosso grave problema? A resposta é bem simples. Quem vai resolver são os integrantes daquelas instituições nas quais o povo confia: os militares, que têm cerca de 80% de aprovação popular, ano após ano.”
“Os brasileiros saberão corrigir esses equívocos …” encerrou o general.

domingo, 1 de outubro de 2017

PAPO DE ESQUERDISTA.

VEJA COMO A CONVERSA VAI SER SEMPRE A MESMA,SEMPRE A PROMESSA QUE VAI ATACAR OS BANDIDOS,E VAI ACABAR COM A BANDIDAGEM, COMO SE ELES MESMOS SAO OS CHEFES DE TODA A GANG? FICA A DICA VOCE AINDA VAI ACREDITAR EM PROMESSA DESSES CRAPULAS?

JOVEM DESBANCA O LULA, E MOSTRA A VERDADE.

E AGORA LULA, VAI CONTINUAR FALANDO MENTIRA DESCARADAMENTE?

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Vai explodir! Mais um general manifesta sobre a intervenção militar



Os três poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário, que tomem as providências urgentes para reverter o quadro de imoralidade na política brasileira porque do contrário vai acontecer uma intervenção militar no Brasil.
Mais um general acaba de manifestar publicamente sua posição favorável a intervenção militar.

Confira e avalie

“A Instituição será maculada, violentada e conspurcada diante da leniência de todos aqueles que não pensam, não questionam, não se importam, não se manifestam” Gen Marco Antonio Felicio da Silva
O afastamento dos chefes militares da cúpula do poder, com a criação do MD, moeda de troca política e entregue a incapacidade de civis, incluso de corruptos, como demonstram os anos de sua existência, se deu por pressão externa. Um grande erro, pois, vivemos contexto, histórico, social, político, econômico e militar, diferente de qualquer outra nação e não podemos dispensar, embora a existência de regime democrático, da atuação política das Forças Armadas por meio de seus chefes.
Há anos que os comandantes das Forças Armadas (FFAA) convivem amistosamente e em silêncio obsequioso com diferentes chefes e autoridades de governo, independentemente de políticas espúrias que tentam impor à Nação, da corrupção intensa e do aparelhamento ideológico que permeiam os poderes da República.
Jamais opinando quanto aos graves problemas de toda ordem que envolvem o País, incluso sobre aqueles que colocam a Segurança da Nação em risco e que atingem diretamente a existência de um Estado Democrático de Direito.
Dessa forma, chegamos, hoje, à inaceitável situação, desesperadora para uma Nação que as FFAA têm a obrigação constitucional de tutelar. TUTELAR, sim, isto é, proteger , defender, como ensina qualquer bom dicionário.
Assim, renovando as esperanças dos patriotas civis e militares, da Ativa e da Reserva, ouvimos a recente palestra do Gen. de Exército Mourão, cujo preparo, coragem moral e liderança militar são inegáveis. Traduziu a voz da maioria da população e de militares, asseverando a necessidade de uma intervenção militar caso o caos em que vivemos se torne pior do que já o é, findando com a sangria da Nação, estupefata e insegura, efetuada por enorme e poderosa quadrilha que do governo se apoderou.
Contra ele se levantou a totalidade dos idiotas esquerdopatas que levaram o País ao fundo do poço e aqueles que compõem tal quadrilha, principalmente de políticos e empresários, tentando desmoraliza-lo, mostrando-o como indisciplinado e golpista. E, assim, o fazem para salvar a própria pele.
O Gen Mourão, disciplinado e leal ao Comandante do Exército, reafirma a necessidade da ação legal da Força ao agir, da legitimidade que tem para tal, visto o imenso apoio da população, e que não seja causadora de qualquer instabilidade, o que é o obvio ululante, como diria o saudoso Nelson Rodrigues. Quanto a ser isenta, têm as FFAA um só partido: A Nação brasileira e os que defendem os interesses nacionais.
O General Mourão, ciente da responsabilidade da defesa da soberania da Nação, homem inteligente, informado e preparado intelectualmente, sabe também, que os poderes republicanos estão apodrecidos, dirigidos e dominados por reconhecidos bandidos. Já não funcionam harmonicamente e a grande maioria da população já não se vê, por eles, representada.
O Executivo tem Presidente ilegítimo, Cmt. em Chefe das FFAA, acusado pelo Procurador Geral da Republica como chefe de organização criminosa. As discussões e ações, intra e entre poderes, são tumultuadas, e os problemas de natureza estratégica do País estão relegados ao esquecimento. Decisões são tomadas irresponsavelmente, mesmo as que afetam a Segurança Nacional.
O sentimento de insegurança é crescente, o desemprego continua alarmante. O deficit fiscal é impressionante.
Inteligente, o Gen Mourão nâo pode acreditar na reconstrução do País pela corja que aí está. A atual Constituição tem que ser substituida por outra privilegiando mais deveres do que direitos, consentânea com o caráter nacional. Impunidade zero bem como nula a tolerância com criminosos
O próprio Comandante do Exército afirmou que o País está a deriva.
Assim, o discurso do Gen Mourão não pode ser considerado uma novidade. Os principios sensíveis do Poder Republicano estão corrompidos, o que torna a intervenção das FFAA constitucional e obrigatória, independentemente da ordem de qualquer Poder.
As aproximações sucessivas já terminaram com o insucesso da intervenção das FFAA contra o crime organizado no Rio de Janeiro.
E terminaram ao mesmo tempo em que se inicia, fortemente, o solapamento da legitimidade das FFAA, característica que não podemos perder a qualquer custo, por culpa de um Ministério da Defesa politizado. INTERVENÇÃO JÁ !!!!!!!!
Gen. Marco Felício
 Fonte http://juntospelobrasil.com

General repreende senador: “O sr. chamou um integrante do Alto Comando do Exército de maluco?”




O senador Randolfe Rodrigues usou a tribuna do senado e chamou o General Mourão de ‘maluco’
As palavras de Randolfe, que estão no site do senado, foram: ” … a história se repete como farsa […] as declarações do general Mourão podem ser a opinião isolada de um “maluco”, mas a possibilidade de chantagem das Forças Armadas mostra a falta de autoridade do presidente Michel Temer …”
A resposta do General de Brigada Paulo Chagas foi imediata.

Leia abaixo o email que ele enviou ao senador:
Exmo Sr Senador Randolfe Rodrigues
Corrija-me, por favor, se eu estiver enganado, mas, de acordo com as minhas observações, baseadas na forma como VExa faz seus pronunciamentos públicos, o Sr faz parte de uma minoria que se julga discriminada no conjunto da sociedade e que, coerentemente, empenha-se pela aprovação de leis que privilegiem o seu direito à vida, à manifestação de suas opções e à integridade física, acima do que é oferecido aos demais brasileiros. Repito, por favor, corrija-me e desculpe-me se eu estiver enganado!
Pensando assim, julgo ser incoerência da sua parte a exclusão dos militares do direito à opinião e a criminalização das Instituições Armadas por realizarem a análise e o planejamento da execução das suas missões constitucionais.
O seu pronunciamento na Tribuna do Senado a respeito da palestra e das declarações do General Antônio Hamilton Mourão, no Grande Oriente do Brasil, permite acreditar que, na sua opinião, os militares não têm esse direito e que devem ser considerados e tratados como cidadãos de segunda classe, condenados ao silêncio e ao servilismo!
O Sr, se refere a um integrante do Alto Comando do Exército como “maluco”, e à instituição a que pertence como “chantagista” sem considerar que fazem parte da sociedade e da estrutura organizacional do estado brasileiro e desconsidera que a democracia garante a TODOS os brasileiros o direito de pensar, querer, defender suas ideias e anseios e de exercer, na plenitude, a sua profissão e o seu dever profissional!
A postura adotada por VExa, nos permite aduzir que, na sua maneira de pensar, a divulgação de posições pessoais e, neste caso, PROFISSIONAIS de militares, mesmo que no ambiente reservado de um Templo Maçônico, constitui-se em ameaça à democracia e à hierarquia, quando, na verdade, é e foi, apenas, a difusão da análise institucional de uma missão prevista na constituição!
Os militares, Senador Randolfe, têm o dever de estar SEMPRE atentos às conjunturas interna e externa para, SE NECESSÁRIO, correr em socorro da Pátria e da sociedade quando essas estiverem dominadas pela ilegalidade e pela desordem, como é, sem dúvida, o rumo tomado pelo Brasil quando o observamos de dentro do local de trabalho de VExa.
Mais ainda, senhor Senador, as FFAA devem planejar seu emprego dando prioridade às hipóteses mais extremas e graves, como é o caso da situação de completa ausência de condições de qualquer dos poderes para cumprir seus deveres e de assumir a iniciativa das providências necessárias ao restabelecimento da ordem e do cumprimento das leis, conforme foi comentado pelo General!
Na opinião de grande parte da sociedade, onde incluo a minha, considerando a fragilidade moral dos três poderes da República, essa hipótese, além de ser a mais grave, é também a de maior probabilidade de ocorrer, portanto, senhor Senador, crescem de importância, de seriedade e de utilidade pública as declarações do brilhante militar pretensiosamente criticado por VExa.
Sugiro que o Sr medite sobre a incoerência e o despropósito do seu pronunciamento e que, em oportunidade que obviamente não lhe faltará, retrate-se publicamente, para o bem da verdade, da sua imagem e da tranquilidade do povo dessa terra devastada pela prática da demagogia, da desonestidade e da irresponsabilidade, como VExa muito bem sabe!
Respeitosamente
General de Brigada Paulo Chagas
fonte  www.newsatual.com/

terça-feira, 19 de setembro de 2017

General Heleno publica mensagem de apoio ao General Mourão

O General Augusto Heleno também se manifestou sobre a fala do General Mourão. O texto foi publicado pelo General Paulo Chagas no Facebook. Demonstrando “apoio irrestrito ao amigo”, Heleno afirmou que Mourão apenas “limitou-se a repetir, sem floreios, de modo claro e com sua habitual franqueza e coragem, o que está previsto no texto constitucional.”
Ele também disse que o preocupante, é ver indiciados por corrupção cobrando providências contra um cidadão de reputação intocável, com 45 anos de serviços dedicados à Pátria.
Confira a íntegra do Eminente General:
GENERAL AUGUSTO HELENO
“Meu apoio irrestrito ao meu amigo de longa data e respeitado chefe militar, Gen Ex Antônio Hamilton Mourão. Em resposta a uma pergunta, colocada diante de uma plateia restrita, ele limitou-se a repetir, sem floreios, de modo claro e com sua habitual franqueza e coragem, o que está previsto no texto constitucional. A esquerda, em estado de pânico depois de seus continuados fracassos, viu nisso uma ameaça de intervenção militar. Ridículo. E mais, isso sim preocupante, o descaramento de alguns políticos, indiciados por corrupção e desvio de recursos públicos, integrantes da quadrilha que derreteu o país, cobrando providências contra um cidadão de reputação intocável, com 45 anos de serviços dedicados à Pátria. Aconselho que, pelo menos, se olhem no espelho da consciência e da vergonha. Brasil Acima de Tudo!”

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Psiquiatra forense conclui que esquerdismo pode ser classificado como doença mental

Conforme a review da Amazon, vejam a paulada científica que foi dada nos esquerdistas

O psiquiatra forense Lyle Rossiter comprova, através de deus estudos, que o esquerdismo é uma doença mental
No livro The Liberal Mind: The Psychological Causes of Political Madness, Lyle Rossiter nos explica de forma acadêmica, as causas psicológicas do esquerdismo.
Ele define o esquerdismo como uma série de problemas ‘psiquiátricos’ que podem acontecer durante a formação da personalidade do ser humano.
Rossiter classifica os esquerdistas em dois tipos: benignos e radicais.
Os radicais são aqueles cujas ações (agenda) causam dano a outros indivíduos.
Já os esquerdistas benignos seriam os moderados […] que são aqueles que dão sustentação aos esquerdistas radicais.
O trecho abaixo é parte da obra de Rossiter e fala sobre o tratamento do esquerdismo de forma clínica, retratado por um psiquiatra forense.

Liberal Mind traz o primeiro exame profundo da loucura política mais relevante em nosso tempo: os esforços da esquerda radical para regular as pessoas desde o berço até o túmulo.
Para salvar-nos de nossas vidas turbulentas, a agenda esquerdista recomenda a negação da responsabilidade pessoal, incentiva a auto-piedade e outro-comiseração, promove a dependência do governo, assim como a indulgência sexual, racionaliza a violência, pede desculpas pela obrigação financeira, justifica o roubo, ignora a grosseria, prescreve reclamação e imputação de culpa, denigre o matrimônio e a família, legaliza todos os abortos, desafia a tradição social e religiosa, declara a injustiça da desigualdade e se rebela contra os deveres da cidadania.
Através de direitos múltiplos para bens, serviços e status social não adquiridos, o político de esquerda promete garantir o bem-estar material de todos, fornecendo saúde para todos, protegendo a auto-estima de todos, corrigindo todas as desvantagens sociais e políticas, educando cada cidadão, assim como eliminando todas as distinções de classe.
O esquerdismo radical ataca os fundamentos da liberdade civilizada. Dadas às suas metas irracionais, métodos coercitivos e fracassos históricos, juntamente aos seus efeitos perversos sobre o desenvolvimento do caráter, não pode haver dúvida da loucura contida na agenda radical.
Apenas um homem irracional iria desejar o Estado decidindo sua vida por ele ao invés de criar condições de segurança para ele poder executar sua própria vida.
Somente uma agenda irracional tentaria deliberadamente prejudicar o crescimento do cidadão em direção à competência, através da adoção dele pelo Estado e defenderia uma destruição sistemática dos fundamentos que garantem a liberdade organizada.
Apenas o pensamento irracional trocaria a liberdade individual pela coerção do governo, sacrificando o orgulho da auto-suficiência para a dependência do bem-estar.

sábado, 19 de agosto de 2017

Comandante da Marinha diz que cumprirao os deveres constitucionais.

SÓ AS "MEDIDAS DE FORÇA" CRIARÃO 20 MILHÕES DE EMPREGOS EM UM MÊS, SALVARÃO A PREVIDÊNCIA SOCIAL, DENTRE OUTROS...
1ª MEDIDA => Depois da tomada do Poder, o Congresso Nacional será fechado, por tempo indeterminado, e a sua folha de pagamento será destinada para os Cofres da Nação. O Brasil passará a ser administrado por uma Junta Militar com Poderes Supraconstitucional, acima dos Três Poderes, para poder fazer as reformas básicas necessárias;
2ª MEDIDA => O Governo Provisório, ao assumir o Poder, será obrigado a determinar imediatamente a Polícia e o Ministério Público a investigarem, minuciosamente, todos os Políticos, desde o Vereador ao Presidente deposto Temer, sem nenhuma exceção e sem precisar de nenhuma autorização judicial para realizar essas investigações; porém, aqueles políticos — acusados de corrupção e enriquecimentos ilícitos provados e condenados na Justiça — serão presos e terão os seus bens confiscados para ressarcirem os cofres públicos que foram roubados, assaltados e saqueados por esses políticos bandidos, facínoras e ladrões;
3ª MEDIDA => Será reduzido todos os salários e as aposentadorias dos políticos, dentre outras classes de funcionários do alto escalão também, e as suas mordomias, auxílios e privilégios serão extintos, e todas essas economias de verbas serão repassadas para os Cofres da Nação;
4ª MEDIDA => Os bens dos políticos corruptos e das empresas envolvidas com a corrupção serão todos confiscados e repassados para os Cofres da Nação;
5ª MEDIDA => Todos os órgãos públicos inúteis, como as vices governadorias, dentre outros, e a maioria dessas ONGs serão extintas, e todas essas economias de verbas serão repassas para os Cofres da Nação;
6ª MEDIDA => Será taxada as grandes fortunas, e todas essas arrecadações serão destinadas para os Cofres da Nação;
7ª MEDIDA => Todo fundo partidário e os impostos destinados para os Sindicatos serão repassados para os Cofres da Nação;
8ª MEDIDA => A lei Rouanet será extinta e a sua verba será destinada para os Cofres da Nação;
9ª MEDIDA => Todos os Ministérios serão fechados por tempo indeterminado e os seus Ministros expulsos dos seus cargos, e as folhas de pagamentos desses Ministérios serão repassados para os Cofres da Nação; esses Ministérios serão reabertos em número reduzido, como também será criado o Ministério da Defesa e da Segurança Pública, formado pela Marinha, Exercito e Aeronáutica, e as pastas de todos os Ministérios serão entregue as pessoas qualificadas para assumirem esses Ministérios;
10ª MEDIDA => Todas as Secretarias, Ministérios e ONGs de Direitos Humanos serão extintos, e as suas verbas serão destinadas para os Cofres da Nação. Em seus lugares serão criadas Secretarias Ecumênicas Religiosas (municipais e estaduais) e o Ministério Religioso Ecumênico, com a incumbência de evangelizar o povo brasileiro em todos os meios de comunicações, sem impor religião. Isso é mais benéfico do que esses órgãos dos falsos direitos humanos satânicos e demoníacos;
11ª MEDIDA => Todas as obras públicas de construções que os municípios, os estados e a União querem realiza-las, só poderão ser feitas pelas as Forças Armadas, através de contrato. Elas ficaram responsáveis de contratar os trabalhadores, como também presos e (menores aprendizes sobre a disciplina militar);
12ª MEDIDA => Será criada varias empresas estatais militarizadas, onde algumas delas produzirão energia eólica, solar, dentre outras fontes de energias limpas e renováveis, para garantirem o crescimento econômico e do consumo do Brasil, e outras estatais militarizadas irão construir trem e ferrovias para ligar o Brasil de Norte a Sul do País, dentre outras construções. Entretanto, os funcionários dessas empresas estatais militarizadas irão ganhar salários compatíveis com as suas funções, idênticos a da inciativa privada, sem nenhum privilégios, mordomias e auxílios, pois elas tem que ter lucros para ser repassados para os Cofres da Nação;
13ª MEDIDA => Todos os municípios e os estados que estão no vermelho serão administrados por juntas militares, e os seus administradores políticos serão expulsos dos seus cargos, e as suas assembleias de deputados e câmaras de vereadores serão fechadas, e suas folhas de pagamentos serão repassadas para .os Cofres da Nação. Se as gestões das juntas militares forem melhor para o povo do que a dos políticos ladrões, então todos os municípios e estados passarão a ser administrados por juntas militares;
14ª MEDIDA => Será assentada nas terras improdutivas, em forma de cooperativas, milhões de famílias, sobre o comando das Forças Armadas, para produzirem riquezas, gerar empregos e contribuições para o crescimento econômico do Brasil;
15ª MEDIDA => Não será aumentado o tempo de contribuição para o trabalhador poder se aposentar. O Brasil será muito rico e terá bastante dinheiro para garantir os pagamentos de todas as aposentadorias;
16ª MEDIDA => Será criada a Patrulha do Bairro das Forças Armadas, formada por 20 milhões de pessoas convocadas (homens, mulheres, reservistas ou não), que serão treinados para fazer o patrulhamento a pés e motorizados nos bairros durante 24 horas, através do revezamento entre eles, com o apoio das polícias, para reduzir a violência em 99% (roubos, trafico de drogas, homicídios, etc.). Bandidos serão tratados como bandidos e serão obrigados a trabalhar para indenizar as suas vítimas e os custeios de suas estadias nos presídios. Todos os presídios serão militarizados;
17ª MEDIDA => Serão extintas as audiências de custodias, os auxílios reclusões, as tornozeleiras eletrônicas e os crimes afiançados. Quem for preso por crime que o leve a prisão, determinado por lei, vão ter que trabalhar para indenizar as suas vítimas e pagar as suas estadias nos presídios. Serão criados presídios militarizado empresarial estatal. Quem não quiser trabalhar, também não vai comer, vai morrer de fome;
18ª MEDIDA => Será feita uma faxina geral na bandidagem, para com isso milhões de turistas possam vim ao Brasil, com segurança, gastar os seus dólares aqui, para aumentar a nossa reserva cambial;
19ª MEDIDA => Todos os Ministros do Supremo Tribunal Federal, Procuradores Gerais de Justiça e o Procurador-Geral da República, dentre outros, serão destituídos dos seus cargos; e estes serão preenchidos — obrigatoriamente — por pessoas escolhidas por concursos públicos, ou de outras formas sem indicações políticas, porque o Poder Judiciário e o Ministério Público têm de ser totalmente independentes dos Poderes Executivo e Legislativo, evitando assim que os políticos corruptos que os indicam para tais cargos sejam protegidos e acobertados por muitos desses doutores da Lei, como está ocorrendo atualmente no Brasil (por debaixo dos panos). Hoje fazem de tudo para proteger esses bandidos envolvidos nos escândalos de corrupção, a exemplo do mensalão, petrolão, lava - jato e outros tantos que destroem a nossa economia e desmoralizam o Povo Brasileiro e a Nação;
20ª MEDIDA => Será criado o Poder Judiciário Municipal, o Ministério Público Municipal e a Polícia Municipal. Todos ficarão no mesmo prédio público, de forma integrado, ganhando salário compatível com a realidade salarial do Brasil, sem auxílio, mordomia e privilegio, onde o piso salarial de cada função será identifico em todos os municípios (por exemplo: juiz municipal ganhara salários idênticos em todos os municípios,e assim será para o promotor de justiça municipal e a policia municipal), pois o seu orçamento será federal, podendo os seus funcionários, ocupante da mesma função, permutar entre eles dum município para o outro;
21ª MEDIDA => A Justiça de Pequenas Causas, do Trabalho, dentre outras de 1º grau, seja ela federal ou não, serão extintas, e seus funcionários serão removidos para os Tribunais Municipais e Ministerios Públicos Municipais, que passarão a ter poderes de julgar todas essas ações;
22ª MEDIDA => Todos os tribunais de justiça estadual de segundo grau não terá mais os cargos de desembargadores e sim, de juízes de 2º grau, e os demais que forem entrando tem que ser por concursos públicos, e não mais por indicações políticas.Os Tribunais Regionais Federais (TRF) de 2ª instância, TRT, dentre outros, serão extintos, e todos os seus servidores concursados vão para os Tribunais Estaduais de 2º grau, onde serão aumentados os números de turmas para decidirem todas as questões que chegarem a eles do 1º grau;
23ª MEDIDA => Todos os tribunais de 3º grau (STF, TST, STJ, STM e TSE) serão fundido num só, formando um único tribunal de 3º grau com várias turmas para julgar todos os tipos de ações, onde não serão mais chamados de ministros e sim, juízes de 3º grau, e os demais que forem entrando tem que ser por concursos públicos, e não mais por indicações políticas;
24ª MEDIDA => Serão criadas leis dando poderes a Polícia a resolver também questões cíveis de menor porte, inclusive confiscar bens para ressarcir divida de pessoas que foram enganadas ou lesadas. Nesse novo sistema de governo e de sociedade não terá mais espaço para vigaristas, pessoas canalhas e vagabundas, que aproveitam das leis fajutas para lesar e enganar os cidadãos de bem;
25ª MEDIDA => Em todas as cidades, que não tem Quartel das Forças Armadas, passarão a ter. Não haverá mais o excesso de contingente; portanto, terá vagas pra todo mundo, sendo facultativo para as mulheres e obrigatório para os homens servir a Pátria. Serão obrigados a servirem durante 2 anos, onde um ano será de treinamento, e o outro anos terá que trabalhar fazendo a segurança pública do Brasil, dentre outros serviços públicos;
26ª MEDIDA => Todas as escolas públicas, com exceção de algumas, serão militarizadas, para evitar que o tráfico de drogas e os bandidos ponham em risco as vidas dos nossos estudantes dentro dessas escolas, como ocorrem atualmente em muitas delas. Nelas serão introduzida a cadeira de Religião Ecumênica, Educação Moral e Cívica, Direito Constitucional, dentre outras. Temos que educar os nossos estudantes para transformá-los em cidadãos de bem, caridosos e do espírito fraternal, que defendam uma sociedade fraternal e mais justa;
27ª MEDIDA => Todos os menores de idade serão obrigados a está matriculados numa escola. Aqueles que abandonarem a escola, os pais perderão as suas guardas para o Estado, e Este assume as suas guardas colocando - os no internato de escolas militares, só saindo de lá depois de atingir a maioridade de 18 anos, ou, caso contrario, poderão voltar para as casas dos seus pais, desde que se comprometam a não abandonar a escola;
28ª MEDIDA => Será criada uma Lei Trabalhista moderna e bem elaborada, onde o empregador e o empregado sairão ganhando sem nenhum prejuízo, sem precisar mais da justiça do trabalho, onde esta, no futuro, será extinta, e também será reduzido os impostos em cima das empresas e das burocracias do estado em cima delas, para que as empresas possam se desenvolver para ganhar mais mercado e contratar mais gente para trabalhar;
29ª MEDIDA => Será extinta a Justiça Eleitoral. Caso faça necessário, os cargos desde Vereadores ao de Presidente da República serão todos ocupados por pessoas qualificadas escolhidas por concursos públicos, que serão realizados a cada 4 anos, ao invés de eleições políticas, ganhando salário compatível com a realidade salarial do Brasil, sem privilégios, auxílios e mordomias. Terminados os seus mandatos, caso queiram ocupar novamente esses cargos políticos, terão de submeter-se novamente aos concursos públicos, junto com os demais concorrentes. Desta forma, não só iremos selecionar melhor as pessoas que irão governar o país, como também acabaremos de uma vez por todas com os partidos políticos, os investimentos públicos e privados em campanhas políticas, com as eleições políticas, dentre outras desgraças que destrói a nossa Pátria e a Nação, pois os municípios, os estados e a União são empresas de alta complexidade e tem que ser administrados por pessoas qualificadas, e não por qualquer um;
30ª MEDIDA => Todas as leis e outras coisas de interesses públicos a nível municipal, estadual e federal que os políticos concursados forem elaborando, dentro das suas circunscrições territoriais, terão que ser apresentadas obrigatoriamente ao seu povo para aprova-las ou reprova-las, de forma direta, através de terminais de computadores do governo. A votação não será de forma obrigatória e sim, vota quem quer, onde os parlamentares votarão nas suas casas legislativas, e o povo, por sua vez, irá votar nos terminais de computadores do governo, onde os votos dos parlamentares e o do povo serão somados para aprovarem ou reprovarem as leis e outras coisas de interesses públicos dentro de suas circunscrições territoriais, para com isso podermos, desta forma, controlar o Estado de forma direta, onde o Estado tem que atender exclusivamente os interesses do povo, e não os interesses dos políticos como ocorrem atualmente;
31ª MEDIDA => O futuro Congresso Nacional — que será formado por políticos capacitados escolhidos por concursos públicos, realizados a cada 4 anos ( ao invés de eleições políticas) — serão obrigados a encontrar os meios necessários de aprovar, pelo voto direto do povo, medidas de urgência para erradicar com a miséria social, a falta de moradia e o desemprego. Terão de encontrar também os meios necessários para reduzir maciçamente a violência do Brasil e imprimir “padrão FIFA” — qualidade de serviços de primeiro mundo — hospitais, escolas e transportes públicos (assim como outras utilidades públicas);
32ª MEDIDA => Será criado o Poder Fiscalizador de Polícia, formado por todos os Delegados e Promotores de Justiça. Estes passarão a ter poderes de investigar qualquer pessoa sem nenhuma autorização judicial, para assim combater o crime organizado e a corrupção política que campeia e domina o nosso País de ponta a ponta;
33ª MEDIDA => As Forças Armadas passarão a ser o fiscal dos Municípios, dos Estados e da União, podendo intervir na administração pública de qualquer um deles, em caso de corrupção política e de outras ações criminosas que venham afetar a vida do povo. Essas intervenções se encerrarão quando a situação for normalizada;
34ª MEDIDA => Serão construídas vilas de milhares de casas em locais adequados para os funcionários públicos, como também para erradicar a falta de moradia do Brasil, onde essas vilas ficarão sobre a administração das Forças Armadas;
35ª MEDIDA => Serão investigados todos os contratos das extrações do nióbio, do ouro, dentre outros minérios, e aqueles que lesaram a Pátria e a Nação roubando os nossos minérios, principalmente o nióbio, serão presos e terão todos os seus bens confiscados e repassados para os Cofres da Nação;
36ª MEDIDA => Será feito uma reforma tributaria, para com isso podermos diminuir as cargas tributarias de cima das empresas para elas poderem ganhar mais mercado e gera mais empregos e mais tributos para os Cofres da Nação;
37ª MEDIDA => O Governo Provisório será obrigado a implantar imediatamente todos os requisitos das "Medidas de Força" dentro da própria Constituição Federal de 1988, em nome do povo e da democracia, e decretar que todos os requisitos constitucionais que contrariam essas referidas "Medidas de Forças" estão sumariamente revogados e nulos de pleno direito.
OBSERVAÇÃO - Esses são os remédios eficazes para curar de uma vez por todas o câncer da corrupção política do Brasil, da miséria social e combater severamente a escalada da violência em todo território brasileiro, que está sendo promovida pela grande maioria dos políticos atuais, que são bandidos e vagabundos, e pelos os falsos defensores dos direitos humanos.
Vamos unir as nossas forças, em um só objetivo, para irmos às ruas aos milhões pedir e determinar que as Forças Armadas tomem o Poder das mãos dessas facções políticas criminosas e devolva imediatamente o Brasil aos Cidadãos de Bem, através da implantação imediata das "Medidas de Força", para acabar com a corrupção política, a miséria social, e levar o Brasil a nível de País de 1º mundo já!
A tomada do Poder será um ato patriótico feito com embasamento legal no regime democrático, em que todo poder emana do povo. Parágrafo Único do art. 1º c/c o 142 da Constituição Federal de 1988.
ACORDA BRASIL!
FONTE
 www.jornalfolhadigital.com

domingo, 21 de maio de 2017

BOMBA! General da um sinal verde para intervenção militar .

general da reserva Rômulo Bini Pereira, ex-chefe do Estado Maior do ministério da Defesa, admitiu a intervenção militar como saída para a crise política que envolve os três Poderes da Republica. Em artigo publicado nesta quinta-feira (15) no jornal O Estado de S. Paulo, o militar escreve: 

“Se o clamor popular alcançar relevância, as Forças Armadas poderão ser chamadas a intervir, inclusive em defesa do Estado e das instituições”.



Bini considera ainda que o país enfrenta uma “desgraça sem precedentes” e tenta profetizar: “É nesse cenário de ‘desgraças’ que as instituições maiores e seus integrantes deverão ter a noção, a consciência e a sensibilidade de que o país poderá ingressar numa situação de ingovernabilidade, que não atenderá mais aos anseios e às expectativas da sociedade, tornando inexequível o regime democrático vigente”. E insinua: “É um caso, portanto, a se pensar”.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

CUT ESCRAXA LULA E PEDE SUA PRISAO.

E AGORA LULA, ACHO QUE VOCE ESTA DEIXANDO DE PAGAR OS SEUS CUMPANHEIROS . A CASA CAIU TAMBEM PARA VOCE , ATE A CUT ESTA TE ESCRAXANDO.

domingo, 23 de abril de 2017

Sim eu estudei história.


 Sim eu estudei
história
Estudei a história sob os mais diversos ângulos,aprendi que socialismo e comunismo é uma utopia e que matou 
mais de 150 milhões de pessoas no mundo. 
todos os países socialistas as religiões eram perseguidas, e os religiosos eram mortos.
Nesses mesmos países homosexuais eram mortos.
Nenhuma economia funcionou diante desse plano de poder.
Mulheres e crianças sempre foram usadas como objetos sexuais.
Acabei vendo que dentro dessa covardia chamada socialismo/comunismo.
Deus sempre foi esquecido,porque essa promessa de governo acaba som todos principios morais.em fim realmente socialismo e comunismo acaba com a liberdade e direito do povo em geral. 
 E você ainda vai defender o socialismo?
11/11/2011 . Jorge Benny1

sábado, 22 de abril de 2017

Exclusivo: Exército nas ruas de Curitiba para proteger Sérgio Moro e a DEMOCRACIA!

Informação exclusiva: 
Curitiba, dia 03 de maio,  não será tomada pelo exército vermelho de Stédile, Chicão e Eva Dal Schiavon. Estará protegida pela Força Militar da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, estacionada em Ponta Grossa, há menos de 100 km do teatro de operações. Quem imaginou que Curitiba seria transformada num "inferno" pelas "viúvas lulistas" cometeu um equívoco abissal. 

Primário imaginar que as autoridades de segurança, agora coordenadas e comandadas por um "General Macho" do porte de Carlos Alberto dos Santos Cruz, iriam sucumbir e se acovardar no "grito",  PERDEU! Quem comandou no Congo e provou "o fogo" inimigo não se curvará diante de guerrilheiros de "palanque",  miseráveis do "pão com mortadela" e trinta paus... 
5 mil homens altamente treinados, comandados pelo General Combatente Jorge Roberto Lopes Fossi  darão o ritmo de como os "forasteiros" deverão se comportar diante do Foro Federal de Curitiba...
As ameaças disparadas nas redes sociais contra o Juiz Sérgio Moro, partidas da mais abjeta militância defensora da corrupção, pilhagem e fragmentação do Estado de Direito, sucumbirão diante da altivez e da coragem dos brasileiros destacados para defender a verdadeira democracia.
O recado está dado!

domingo, 16 de abril de 2017

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

General Heleno Publica Importante Mensagem Ao Povo Brasileiro Após Pedidos De Investigação Divulgados No Jornal Nacional.

“Quem vai sobrar mas ainda? Os cidadãos cidadãos de bem desse país a podem concluir que desde 1985 Vivemos em um ridículo simulacro de democracia representativa quantos dos nossos representantes do povo a começar pelos prefeitos e chegando ao Presidente da Republica , quantos foram eleitos de maneira honesta sem propina pelos seus méritos? Com poucas as protelações privilégios soluções ou apresentando soluções a curto prazo, quanto tempo mais participaremos desse circulo eleitoral.
A mensagem foi divulgada no Facebook do General Paulo Chagas

General Heleno: “Cabe a nós decidir impressionar fortemente para que isso ocorra acordo em brasileiros vamos fechar o Congresso Nacional não existe nenhuma democracia em nosso país mais.”
FONTE: noticiasbrasilonline.com.br
14/04/2017

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Se Temer e o Congresso insistirem em abafar a Lava Jato, haverá intervenção militar!

A política nacional sempre foi muito complicada, os observadores estrangeiros não conseguem entender tamanha esculhambação institucional, até mesmo os brasileiros têm enorme dificuldade, não conseguem acompanhar, a todo momento é preciso recorrer à tradução simultânea. Desde sexta-feira, dia 17, procura-se descobrir o real objetivo da explosiva entrevista que o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas (Foto), concedeu à repórter Monica Gugliano, do jornal Valor Econômico. Como se sabe, chefes militares jamais se pronunciam sobre assuntos políticos. Quando o fazem, é porque há alguma coisa de errado, aliás, muito errado.
O mais impressionante foi a rarefeita repercussão das declarações, que mesmo assim abalaram as estruturas do poder em Brasília, com reflexos por todo o país, porque o comandante do Exército não mediu as palavras. Às vésperas do carnaval, rasgou a fantasia e se incorporou ao Bloco dos Descontentes, ao afirmar que “somos um país que está à deriva, que não sabe o que pretende ser, o que quer ser e o que deve ser“.
Ainda não satisfeito, acrescentou: “Esgarçamo-nos tanto, nivelamos tanto por baixo os parâmetros do ponto de vista ético e moral, que somos um país sem um mínimo de disciplina social“.
TRADUÇÃO SIMULTÂNEA – Ao dar entrevista ao Valor, que é um jornal de circulação mais restrita na Organização Globo, que comanda sozinha a publicação, desde que a Folha se desligou da sociedade, o general deixou claro que estava dando um recado “interna corporis”, destinado a atingir apenas o governo, os políticos e as lideranças militares.
O fato concreto é que o descontentamento e a pressão interna nas Forças Armadas têm cada vez mais intensidade. Entre as lideranças militares, há consenso de que não há planejamento no país, a administração pública não tem metas nem visa a atender os reais interesses nacionais.
Um dos objetivos da entrevista do general Villas Bôas foi acalmar o pessoal da ativa e também da reserva, pois os três clubes militares estão defendendo abertamente uma intervenção das Forças Armadas, a pretexto de moralizar a política e a administração pública.
SEM INTERVENÇÃO – Com muita habilidade, o comandante do Exército descartou a possibilidade de derrubada do governo constitucional: “Interpreto o desejo daqueles que pedem intervenção militar ao fato de as Forças Armadas serem identificadas como reduto onde esses valores foram preservados. No entendimento que temos, e que talvez essa seja a diferença em relação a 1964, é que o país tem instituições funcionando. O Brasil é um país mais complexo e sofisticado do que era. Existe um sistema de pesos e contrapesos que dispensa a sociedade de ser tutelada. Não pode haver atalhos nesse caminho. A sociedade tem que buscar esse caminho, tem que aprender por si. Jamais seremos causadores de alguma instabilidade“.
O general tem razão. A Constituição deixa claro que cabe às Forças Armadas “a defesa da Pátria, a garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem”. E a Lei Complementar número 97 também é clara: ‘A atuação das Forças Armadas, na garantia da lei e da ordem, por iniciativa de quaisquer dos poderes constitucionais, ocorrerá de acordo com as diretrizes baixadas em ato do Presidente da República, após esgotados os instrumentos destinados à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio’”.
INTERVIR SIGNIFICA GOLPE – Sem a menor dúvida, a entrevista confirma a convicção de que não existe possibilidade de ocorrer a apregoada “intervenção militar constitucional”. O significado real seria “golpe de estado” ou “golpe militar”, apenas isso.
Segundo as cuidadosas declarações do comandante do Exército, essa hipótese estaria afastada. Mas acontece que as aparências sempre enganam, quando se trata da política brasileira. Na entrevista, a ênfase dada à moral e à ética, assim como a incisiva defesa da Lava Jato (“É a grande esperança de que se produza no país alguma mudança nesse aspecto ético que está atingindo nosso cerne, que relativiza e deteriora nossos valores“) – tudo isso demonstra que as Forças Armadas não estão desatentas nem omissas.
Ainda em tradução simultânea, o general Villas Bôas deixou claro que, se o Planalto e o Congresso insistirem nessa irresponsável tentativa de inviabilizar a Lava Jato, a história vai se repetir no Brasil, e não será como farsa. Portanto, espera-se que o presidente Michel Temer tenha um mínimo de juízo e não ouse levar adiante essa injustificável iniciativa.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Marisa é fotografada na Itália e médicos contestam farsa de morte com caixão lacrado!!!

MARISA  morrreu mesmo ?

* Então o LULA que mostre o CADÁVER, caso contrário e´ GOLPE pra ela NÃO SER PRESA e acima de TUDO, NÃO dar com a língua nos dentes.

“MORREU MESMO ?…ou “mais” uma GRANDE FARSA !

– Vazamentos de exames e tomografias de uma outra pessoa com AVC, que podem terem sido falsa e propositalmente plantadas !
– Nenhuma imagem/fotografia da moribunda nesse período ( nem mesmo sendo retirada da ambulância ) !
– Hospital e médico familiar financeiramente e intimamente ligado a Lula !
– Período de comoção ( 1 semana ), suficiente p/ que as mídias articulem e preparem a opinião pública, para o possível desfecho fatal !
– Retirar a cúmplice principal dos processos criminosos, que diante da justiça não teria equilíbrio emocional p/ se defender do indefensável !
– Doar órgãos de uma quase idosa, hipertensa, sedentária e fumante, afim de comover e calar a opinião pública !
– Tirar de cena (possível fuga), a esposa e principal cúmplice no ápice das denúncias de EIKE e MARCELO ODEBRECHT !
– Roubaram TRILHÕES, e tem milhares de cúmplices em todas as instituições públicas e privadas…e que devem mais do que favores !
– Mesmo dentro de um caixão, pode-se ser feita uma máscara mortuária com ela viva e ser colocada em outro corpo !
– Irão cremar e apagar qualquer vestígio ?… ou enterrar acreditando que ninguém terá a coragem de pedir uma exumação !

ELES NÃO SABEM O QUE NÓS SEREMOS CAPAZES DE FAZER ! – Lula 2014.”

NÃO PODEMOS PROVAR QUE MARISA LETÍCIA MORREU – SEM O CAIXÃO ABERTO – SEM O CORPO – SEM O TESTE DE DNA !!

A MORTE PODE TER SIDO FORJADA – E AGORA LULA? ONDE ESTÁ O CORPO? ESSA PODE SER A MAIOR ARMAÇÃO DOS COMUNISTAS…

Também não haverá doação de órgãos, Marisa Letícia não pode ser doadora por diversos motivos, esse seria o álibi perfeito para não abrir o caixão !

Os Médicos do Hospital Sírio Libanês estão revoltados…

ATENÇÃO FORÇAS ARMADAS DO BRASIL – É A HORA DE DESVENDAR ESSA “NOTÍCIA” – CHEGOU A HORA DA VERDADE !!

Sabemos que foram desviados mais de R$ 8.000.000.000.000,00 – É isso mesmo, mais de 8 TRILHÕES DE REAIS – Seria muito fácil forjar a falsa morte da ex 1ª Dama e tirá-la do País – Há possibilidades de que dona Marisa não se encontra no território nacional – O tempo é curto, Lulalau definiu a cremação para o dia 03/02/2017 !!

SOS FORÇAS ARMADAS – EXIGIMOS VER O CORPO – EXIGIMOS A VERDADE – EXIGIMOS O CAIXÃO ABERTO – EXIGIMOS O TESTE DE DNA !!

(via agencia de noticias)

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Lula começa a convocar MST nesta quarta-feira


O ex-presidente Lula chega a Salvador na manhã desta quarta-feira (11) para participar da abertura do 29º Encontro Estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na Bahia, que será acontecerá no Parque de Exposições, na Avenida Paralela.
À tarde, Lula se reunirá com o governador Rui Costa (PT) e com o coordenador executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia, Jaques Wagner.
Vai convocar os baderneiros para defende-lo nas ruas outra vez ?

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Ciro critica PT por aproximação com PMDB nas eleições de comando do Congresso

Para o ex-ministro e pré-candidato a presidente da República em 2018 pelo PDT, é 'inacreditável' que o partido troque um 'compromisso com o País' por 'carguinhos irrelevantes na burocracia da Câmara e do Senado'
 Fortaleza - O ex-ministro e pré-candidato a presidente da República em 2018 pelo PDT, Ciro Gomes, criticou duramente, nesta terça-feira, 13, a aproximação do PT com o PMDB na sucessão no Congresso Nacional. “Considero inacreditável que o PT troque um compromisso com o País, com a decência, com a democracia, com o enfrentamento ao golpe e aos golpistas, por um carguinho, uma sinecura; por meia dúzia de quinquilharias do poder”, afirmou Ciro, em Fortaleza, antes de proferir palestra na sede da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará.
“Se isso acontecer na Câmara, especialmente, ou no Senado, terá sido porque de fato o PT não aprendeu nada com toda a grande tragédia que aconteceu com ele”, emendou Ciro. Mesmo não descartando contar com um futuro apoio petista à sua pretensão de candidatar-se a presidente, Ciro argumentou que não poderia, a pretexto de querer a legenda como aliada, deixar de fazer as críticas.
“Como é que pode o PT, sendo o partido que foi golpeado, que denunciou para o País e para o mundo que o País experimentou um golpe, trocar o compromisso com o futuro por meia dúzia de carguinhos irrelevantes na burocracia da Câmara e do Senado?”, insistiu o ex-ministro.
Ciro confirmou o nome do deputado André Figueiredo (PDT) na disputa na Câmara. E elogiou a coragem do colega de partido, mesmo admitindo que André não tem chances de vencer. “É preciso lutar. Tem uma piada que ensina sobre isso. Diz que o cidadão ia todo dia ao santo pedir para ganhar na loteria. E um dia o santo reclamou: 'Rapaz, pelo menos, joga, né?'. Então, precisamos criar alternativas. E o André teve a coragem. É um cara limpo, decente, respeitado”, afirmou.
Para Ciro, André se apresenta como uma mudança política dentro da Câmara. “Se não houver alternativa, vai dar nisso daí mesmo: nesse pragmatismo irresponsável, nessa pusilâmine corrupção fisiológica, que domina o País”, comentou.
Senado. Sobre a sucessão no Senado, onde Eunício Oliveira (PMDB-CE) costura alianças e sai como favorito, Ciro Gomes afirmou que o peemedebista é citado na Operação Lava Jato. “E se quiserem eleger para o Senado uma figura dessa daí, a gente está só dizendo: atenção Brasil, o Senado continua dominado por uma maioria de ladrões, salafrários, corruptos, que vai continuar levando o País para essa novela escandalosa”, disse o ex-ministro.
Com relação à Lava Jato, Ciro afirmou esperar que a operação cumpra seu papel histórico, mas revelou o temor de os promotores e o juízes da força-tarefa se desviarem desse caminho. “Eu espero que ela (operação) cumpra o seu papel histórico. Pode ser um papel histórico se ela representar o fim da impunidade como grande prêmio tanto para o baronato da política como para o baronato dos ricos. Se ela for, terá feito história. Se não for, terá sido pela vaidade de uma juventude meio exibicionista de procuradores e juízes que, não percebendo a importância histórica do seu fazer nesse momento, podem trocar uma coisa importantíssima para a história do País por um brilhareco que vai sumir daqui a pouco”, afirmou.
Fonte O Estadao.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

BOMBA – ACABOU O PARTIDO DE LULA E DIRCEU – GILMAR MENDES DETERMINOU A CASSAÇÃO DO REGISTRO DO PT.

Depois de 36 fazendo política o Partido dos Trabalhadores perde seu registro de maneira dramática e inesperada. Acabou o Partido fundado por Lula e José Dirceu.
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, determinou a cassação do registro do PT. Segundo Gilmar, há indícios de que o PT foi indiretamente financiado pela Petrobras, que é uma sociedade de economia mista, o que é proibido pela legislação eleitoral. O caso ficará sob a responsabilidade da corregedora da Justiça Eleitoral, ministra Maria Thereza de Assis Moura.
O ministro anotou que, na Lava-Jato, foi apurado que empreiteiras corrompiam agentes públicos para firmar contratos com a Petrobras, mediante fraude à licitação e formação de cartel. Parte da propina voltaria ao PT em forma de doações à legenda e às campanhas eleitorais. Outra parte seria entregue em dinheiro ao tesoureiro do partido.
Uma terceira parte financiaria o PT por meio de doações indiretas ocultas, especialmente por meio de publicidade. “Somado a isso, a conta de campanha da candidata (Dilma) também contabilizou expressiva entrada de valores depositados pelas empresas investigadas”, escreveu Segundo Gilmar, há “suspeita de relevância criminal das condutas”.
Para ele, “doar recursos – supostamente vantagens ilícitas para a prática de crimes contra a administração pública – ao partido ou à campanha, ou entregá-los sem contabilidade a representantes do partido são indicativos do crime de lavagem de dinheiro”. Ele também explicou que “a omissão de recursos na contabilidade da campanha indica crime de falsidade ideológica eleitoral”. No último dia 2, o secretário-geral do TSE, Luciano Fuck, enviou ofício a Gilmar lembrando que a gestão anterior do TSE não tomou essa providência.
Ao saber disso, Gilmar determinou de imediato a instauração do processo. No ofício enviado à Corregedoria no ano passado, Gilmar afirmou que os indícios de que o PT foi financiado pela Petrobras foram obtidos a partir do cruzamento das informações contidas no processo de prestação de contas da presidente Dilma, em notícias veiculadas na imprensa e também em documentos da Lava-Jato.
Ainda no ofício do ano passado, Gilmar cita doações recebidas pelo PT em 2014 por sete empresas investigadas na Lava-Jato: UTC, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, OAS, Construtora Odebrecht, Odebrecht Óleo e Gás e Engevix. Juntas, as empresas teriam doado R$ 263,8 milhões naquele ano. Parte dos recursos teriam sido repassados à campanha de Dilma. Além desse valor, as mesmas empresas teriam repassado R$ 47,5 milhões diretamente à campanha da presidente. 14:56:57
Fonte Rede Brasil Net

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Trump quer impedir novos Lulas.

Lula atuava como “verdadeiro lobista da construtora Odebrecht”.
A acusação feita em outubro pelo Ministério Público Federal consta em uma das cinco denúncias contra o pentarréu petista.
Formalmente, a Odebrecht o contratava para dar palestras em países da América Latina e da África, onde a empreiteira desenvolve projetos bilionários financiados com dinheiro do BNDES.
Lula então se encontrava com chefes de Estado e autoridades estrangeiras com os quais discutia assuntos do interesse da Odebrecht — que contratou a Exergia Brasil, empresa de Taiguara Rodrigues, o “sobrinho de Lula”, para ajudar numa obra em Angola.
Lula também enriqueceu com tráfico de influência no governo de Dilma Rousseff.
Segundo a acusação feita no começo de dezembro pelo MPF, Lula atuou em benefício da empresa sueca Saab, fabricante dos caças Gripen, e das montadoras MMC e CAOA a partir da intermediação do casal de lobistas Mauro Marcondes e Cristina Mautoni, alvos da Operação Zelotes.
No esquema, Lula se vendia como o homem que mandava e desmandava no governo Dilma e, em troca, recebia repasses por meio de seu filho caçula, Luís Cláudio Lula da Silva.
Estes são apenas dois exemplos dos tipos alegadamente criminosos de lobby de Lula.
O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, que toma posse em 20 de janeiro, incluirá entre as reformas que têm como objetivo “trazer uma nova roupagem a Washington” justamente uma restrição aos membros de seu governo, que não poderão se tornar lobistas por cinco anos após abandonarem a equipe presidencial.
“É um pensamento bastante avançado”, disse o secretário de Imprensa de Trump, Sean Spicer. “O que tínhamos no passado eram pessoas que olhavam para o retrovisor. Desta vez olhamos para a frente. Se você quiser servir em uma administração Trump, você vai servir a este país, não a si mesmo.”
Para fazer a América grande de novo, portanto, Trump quer impedir a multiplicação de Lulas.
É um ótimo começo (ou mote) para o seu governo.
Inteligente a mensagem de Donald Trump.