sábado, 19 de agosto de 2017

Comandante da Marinha diz que cumprirao os deveres constitucionais.

SÓ AS "MEDIDAS DE FORÇA" CRIARÃO 20 MILHÕES DE EMPREGOS EM UM MÊS, SALVARÃO A PREVIDÊNCIA SOCIAL, DENTRE OUTROS...
1ª MEDIDA => Depois da tomada do Poder, o Congresso Nacional será fechado, por tempo indeterminado, e a sua folha de pagamento será destinada para os Cofres da Nação. O Brasil passará a ser administrado por uma Junta Militar com Poderes Supraconstitucional, acima dos Três Poderes, para poder fazer as reformas básicas necessárias;
2ª MEDIDA => O Governo Provisório, ao assumir o Poder, será obrigado a determinar imediatamente a Polícia e o Ministério Público a investigarem, minuciosamente, todos os Políticos, desde o Vereador ao Presidente deposto Temer, sem nenhuma exceção e sem precisar de nenhuma autorização judicial para realizar essas investigações; porém, aqueles políticos — acusados de corrupção e enriquecimentos ilícitos provados e condenados na Justiça — serão presos e terão os seus bens confiscados para ressarcirem os cofres públicos que foram roubados, assaltados e saqueados por esses políticos bandidos, facínoras e ladrões;
3ª MEDIDA => Será reduzido todos os salários e as aposentadorias dos políticos, dentre outras classes de funcionários do alto escalão também, e as suas mordomias, auxílios e privilégios serão extintos, e todas essas economias de verbas serão repassadas para os Cofres da Nação;
4ª MEDIDA => Os bens dos políticos corruptos e das empresas envolvidas com a corrupção serão todos confiscados e repassados para os Cofres da Nação;
5ª MEDIDA => Todos os órgãos públicos inúteis, como as vices governadorias, dentre outros, e a maioria dessas ONGs serão extintas, e todas essas economias de verbas serão repassas para os Cofres da Nação;
6ª MEDIDA => Será taxada as grandes fortunas, e todas essas arrecadações serão destinadas para os Cofres da Nação;
7ª MEDIDA => Todo fundo partidário e os impostos destinados para os Sindicatos serão repassados para os Cofres da Nação;
8ª MEDIDA => A lei Rouanet será extinta e a sua verba será destinada para os Cofres da Nação;
9ª MEDIDA => Todos os Ministérios serão fechados por tempo indeterminado e os seus Ministros expulsos dos seus cargos, e as folhas de pagamentos desses Ministérios serão repassados para os Cofres da Nação; esses Ministérios serão reabertos em número reduzido, como também será criado o Ministério da Defesa e da Segurança Pública, formado pela Marinha, Exercito e Aeronáutica, e as pastas de todos os Ministérios serão entregue as pessoas qualificadas para assumirem esses Ministérios;
10ª MEDIDA => Todas as Secretarias, Ministérios e ONGs de Direitos Humanos serão extintos, e as suas verbas serão destinadas para os Cofres da Nação. Em seus lugares serão criadas Secretarias Ecumênicas Religiosas (municipais e estaduais) e o Ministério Religioso Ecumênico, com a incumbência de evangelizar o povo brasileiro em todos os meios de comunicações, sem impor religião. Isso é mais benéfico do que esses órgãos dos falsos direitos humanos satânicos e demoníacos;
11ª MEDIDA => Todas as obras públicas de construções que os municípios, os estados e a União querem realiza-las, só poderão ser feitas pelas as Forças Armadas, através de contrato. Elas ficaram responsáveis de contratar os trabalhadores, como também presos e (menores aprendizes sobre a disciplina militar);
12ª MEDIDA => Será criada varias empresas estatais militarizadas, onde algumas delas produzirão energia eólica, solar, dentre outras fontes de energias limpas e renováveis, para garantirem o crescimento econômico e do consumo do Brasil, e outras estatais militarizadas irão construir trem e ferrovias para ligar o Brasil de Norte a Sul do País, dentre outras construções. Entretanto, os funcionários dessas empresas estatais militarizadas irão ganhar salários compatíveis com as suas funções, idênticos a da inciativa privada, sem nenhum privilégios, mordomias e auxílios, pois elas tem que ter lucros para ser repassados para os Cofres da Nação;
13ª MEDIDA => Todos os municípios e os estados que estão no vermelho serão administrados por juntas militares, e os seus administradores políticos serão expulsos dos seus cargos, e as suas assembleias de deputados e câmaras de vereadores serão fechadas, e suas folhas de pagamentos serão repassadas para .os Cofres da Nação. Se as gestões das juntas militares forem melhor para o povo do que a dos políticos ladrões, então todos os municípios e estados passarão a ser administrados por juntas militares;
14ª MEDIDA => Será assentada nas terras improdutivas, em forma de cooperativas, milhões de famílias, sobre o comando das Forças Armadas, para produzirem riquezas, gerar empregos e contribuições para o crescimento econômico do Brasil;
15ª MEDIDA => Não será aumentado o tempo de contribuição para o trabalhador poder se aposentar. O Brasil será muito rico e terá bastante dinheiro para garantir os pagamentos de todas as aposentadorias;
16ª MEDIDA => Será criada a Patrulha do Bairro das Forças Armadas, formada por 20 milhões de pessoas convocadas (homens, mulheres, reservistas ou não), que serão treinados para fazer o patrulhamento a pés e motorizados nos bairros durante 24 horas, através do revezamento entre eles, com o apoio das polícias, para reduzir a violência em 99% (roubos, trafico de drogas, homicídios, etc.). Bandidos serão tratados como bandidos e serão obrigados a trabalhar para indenizar as suas vítimas e os custeios de suas estadias nos presídios. Todos os presídios serão militarizados;
17ª MEDIDA => Serão extintas as audiências de custodias, os auxílios reclusões, as tornozeleiras eletrônicas e os crimes afiançados. Quem for preso por crime que o leve a prisão, determinado por lei, vão ter que trabalhar para indenizar as suas vítimas e pagar as suas estadias nos presídios. Serão criados presídios militarizado empresarial estatal. Quem não quiser trabalhar, também não vai comer, vai morrer de fome;
18ª MEDIDA => Será feita uma faxina geral na bandidagem, para com isso milhões de turistas possam vim ao Brasil, com segurança, gastar os seus dólares aqui, para aumentar a nossa reserva cambial;
19ª MEDIDA => Todos os Ministros do Supremo Tribunal Federal, Procuradores Gerais de Justiça e o Procurador-Geral da República, dentre outros, serão destituídos dos seus cargos; e estes serão preenchidos — obrigatoriamente — por pessoas escolhidas por concursos públicos, ou de outras formas sem indicações políticas, porque o Poder Judiciário e o Ministério Público têm de ser totalmente independentes dos Poderes Executivo e Legislativo, evitando assim que os políticos corruptos que os indicam para tais cargos sejam protegidos e acobertados por muitos desses doutores da Lei, como está ocorrendo atualmente no Brasil (por debaixo dos panos). Hoje fazem de tudo para proteger esses bandidos envolvidos nos escândalos de corrupção, a exemplo do mensalão, petrolão, lava - jato e outros tantos que destroem a nossa economia e desmoralizam o Povo Brasileiro e a Nação;
20ª MEDIDA => Será criado o Poder Judiciário Municipal, o Ministério Público Municipal e a Polícia Municipal. Todos ficarão no mesmo prédio público, de forma integrado, ganhando salário compatível com a realidade salarial do Brasil, sem auxílio, mordomia e privilegio, onde o piso salarial de cada função será identifico em todos os municípios (por exemplo: juiz municipal ganhara salários idênticos em todos os municípios,e assim será para o promotor de justiça municipal e a policia municipal), pois o seu orçamento será federal, podendo os seus funcionários, ocupante da mesma função, permutar entre eles dum município para o outro;
21ª MEDIDA => A Justiça de Pequenas Causas, do Trabalho, dentre outras de 1º grau, seja ela federal ou não, serão extintas, e seus funcionários serão removidos para os Tribunais Municipais e Ministerios Públicos Municipais, que passarão a ter poderes de julgar todas essas ações;
22ª MEDIDA => Todos os tribunais de justiça estadual de segundo grau não terá mais os cargos de desembargadores e sim, de juízes de 2º grau, e os demais que forem entrando tem que ser por concursos públicos, e não mais por indicações políticas.Os Tribunais Regionais Federais (TRF) de 2ª instância, TRT, dentre outros, serão extintos, e todos os seus servidores concursados vão para os Tribunais Estaduais de 2º grau, onde serão aumentados os números de turmas para decidirem todas as questões que chegarem a eles do 1º grau;
23ª MEDIDA => Todos os tribunais de 3º grau (STF, TST, STJ, STM e TSE) serão fundido num só, formando um único tribunal de 3º grau com várias turmas para julgar todos os tipos de ações, onde não serão mais chamados de ministros e sim, juízes de 3º grau, e os demais que forem entrando tem que ser por concursos públicos, e não mais por indicações políticas;
24ª MEDIDA => Serão criadas leis dando poderes a Polícia a resolver também questões cíveis de menor porte, inclusive confiscar bens para ressarcir divida de pessoas que foram enganadas ou lesadas. Nesse novo sistema de governo e de sociedade não terá mais espaço para vigaristas, pessoas canalhas e vagabundas, que aproveitam das leis fajutas para lesar e enganar os cidadãos de bem;
25ª MEDIDA => Em todas as cidades, que não tem Quartel das Forças Armadas, passarão a ter. Não haverá mais o excesso de contingente; portanto, terá vagas pra todo mundo, sendo facultativo para as mulheres e obrigatório para os homens servir a Pátria. Serão obrigados a servirem durante 2 anos, onde um ano será de treinamento, e o outro anos terá que trabalhar fazendo a segurança pública do Brasil, dentre outros serviços públicos;
26ª MEDIDA => Todas as escolas públicas, com exceção de algumas, serão militarizadas, para evitar que o tráfico de drogas e os bandidos ponham em risco as vidas dos nossos estudantes dentro dessas escolas, como ocorrem atualmente em muitas delas. Nelas serão introduzida a cadeira de Religião Ecumênica, Educação Moral e Cívica, Direito Constitucional, dentre outras. Temos que educar os nossos estudantes para transformá-los em cidadãos de bem, caridosos e do espírito fraternal, que defendam uma sociedade fraternal e mais justa;
27ª MEDIDA => Todos os menores de idade serão obrigados a está matriculados numa escola. Aqueles que abandonarem a escola, os pais perderão as suas guardas para o Estado, e Este assume as suas guardas colocando - os no internato de escolas militares, só saindo de lá depois de atingir a maioridade de 18 anos, ou, caso contrario, poderão voltar para as casas dos seus pais, desde que se comprometam a não abandonar a escola;
28ª MEDIDA => Será criada uma Lei Trabalhista moderna e bem elaborada, onde o empregador e o empregado sairão ganhando sem nenhum prejuízo, sem precisar mais da justiça do trabalho, onde esta, no futuro, será extinta, e também será reduzido os impostos em cima das empresas e das burocracias do estado em cima delas, para que as empresas possam se desenvolver para ganhar mais mercado e contratar mais gente para trabalhar;
29ª MEDIDA => Será extinta a Justiça Eleitoral. Caso faça necessário, os cargos desde Vereadores ao de Presidente da República serão todos ocupados por pessoas qualificadas escolhidas por concursos públicos, que serão realizados a cada 4 anos, ao invés de eleições políticas, ganhando salário compatível com a realidade salarial do Brasil, sem privilégios, auxílios e mordomias. Terminados os seus mandatos, caso queiram ocupar novamente esses cargos políticos, terão de submeter-se novamente aos concursos públicos, junto com os demais concorrentes. Desta forma, não só iremos selecionar melhor as pessoas que irão governar o país, como também acabaremos de uma vez por todas com os partidos políticos, os investimentos públicos e privados em campanhas políticas, com as eleições políticas, dentre outras desgraças que destrói a nossa Pátria e a Nação, pois os municípios, os estados e a União são empresas de alta complexidade e tem que ser administrados por pessoas qualificadas, e não por qualquer um;
30ª MEDIDA => Todas as leis e outras coisas de interesses públicos a nível municipal, estadual e federal que os políticos concursados forem elaborando, dentro das suas circunscrições territoriais, terão que ser apresentadas obrigatoriamente ao seu povo para aprova-las ou reprova-las, de forma direta, através de terminais de computadores do governo. A votação não será de forma obrigatória e sim, vota quem quer, onde os parlamentares votarão nas suas casas legislativas, e o povo, por sua vez, irá votar nos terminais de computadores do governo, onde os votos dos parlamentares e o do povo serão somados para aprovarem ou reprovarem as leis e outras coisas de interesses públicos dentro de suas circunscrições territoriais, para com isso podermos, desta forma, controlar o Estado de forma direta, onde o Estado tem que atender exclusivamente os interesses do povo, e não os interesses dos políticos como ocorrem atualmente;
31ª MEDIDA => O futuro Congresso Nacional — que será formado por políticos capacitados escolhidos por concursos públicos, realizados a cada 4 anos ( ao invés de eleições políticas) — serão obrigados a encontrar os meios necessários de aprovar, pelo voto direto do povo, medidas de urgência para erradicar com a miséria social, a falta de moradia e o desemprego. Terão de encontrar também os meios necessários para reduzir maciçamente a violência do Brasil e imprimir “padrão FIFA” — qualidade de serviços de primeiro mundo — hospitais, escolas e transportes públicos (assim como outras utilidades públicas);
32ª MEDIDA => Será criado o Poder Fiscalizador de Polícia, formado por todos os Delegados e Promotores de Justiça. Estes passarão a ter poderes de investigar qualquer pessoa sem nenhuma autorização judicial, para assim combater o crime organizado e a corrupção política que campeia e domina o nosso País de ponta a ponta;
33ª MEDIDA => As Forças Armadas passarão a ser o fiscal dos Municípios, dos Estados e da União, podendo intervir na administração pública de qualquer um deles, em caso de corrupção política e de outras ações criminosas que venham afetar a vida do povo. Essas intervenções se encerrarão quando a situação for normalizada;
34ª MEDIDA => Serão construídas vilas de milhares de casas em locais adequados para os funcionários públicos, como também para erradicar a falta de moradia do Brasil, onde essas vilas ficarão sobre a administração das Forças Armadas;
35ª MEDIDA => Serão investigados todos os contratos das extrações do nióbio, do ouro, dentre outros minérios, e aqueles que lesaram a Pátria e a Nação roubando os nossos minérios, principalmente o nióbio, serão presos e terão todos os seus bens confiscados e repassados para os Cofres da Nação;
36ª MEDIDA => Será feito uma reforma tributaria, para com isso podermos diminuir as cargas tributarias de cima das empresas para elas poderem ganhar mais mercado e gera mais empregos e mais tributos para os Cofres da Nação;
37ª MEDIDA => O Governo Provisório será obrigado a implantar imediatamente todos os requisitos das "Medidas de Força" dentro da própria Constituição Federal de 1988, em nome do povo e da democracia, e decretar que todos os requisitos constitucionais que contrariam essas referidas "Medidas de Forças" estão sumariamente revogados e nulos de pleno direito.
OBSERVAÇÃO - Esses são os remédios eficazes para curar de uma vez por todas o câncer da corrupção política do Brasil, da miséria social e combater severamente a escalada da violência em todo território brasileiro, que está sendo promovida pela grande maioria dos políticos atuais, que são bandidos e vagabundos, e pelos os falsos defensores dos direitos humanos.
Vamos unir as nossas forças, em um só objetivo, para irmos às ruas aos milhões pedir e determinar que as Forças Armadas tomem o Poder das mãos dessas facções políticas criminosas e devolva imediatamente o Brasil aos Cidadãos de Bem, através da implantação imediata das "Medidas de Força", para acabar com a corrupção política, a miséria social, e levar o Brasil a nível de País de 1º mundo já!
A tomada do Poder será um ato patriótico feito com embasamento legal no regime democrático, em que todo poder emana do povo. Parágrafo Único do art. 1º c/c o 142 da Constituição Federal de 1988.
ACORDA BRASIL!
FONTE
 www.jornalfolhadigital.com

domingo, 21 de maio de 2017

BOMBA! General da um sinal verde para intervenção militar .

general da reserva Rômulo Bini Pereira, ex-chefe do Estado Maior do ministério da Defesa, admitiu a intervenção militar como saída para a crise política que envolve os três Poderes da Republica. Em artigo publicado nesta quinta-feira (15) no jornal O Estado de S. Paulo, o militar escreve: 

“Se o clamor popular alcançar relevância, as Forças Armadas poderão ser chamadas a intervir, inclusive em defesa do Estado e das instituições”.



Bini considera ainda que o país enfrenta uma “desgraça sem precedentes” e tenta profetizar: “É nesse cenário de ‘desgraças’ que as instituições maiores e seus integrantes deverão ter a noção, a consciência e a sensibilidade de que o país poderá ingressar numa situação de ingovernabilidade, que não atenderá mais aos anseios e às expectativas da sociedade, tornando inexequível o regime democrático vigente”. E insinua: “É um caso, portanto, a se pensar”.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

CUT ESCRAXA LULA E PEDE SUA PRISAO.

E AGORA LULA, ACHO QUE VOCE ESTA DEIXANDO DE PAGAR OS SEUS CUMPANHEIROS . A CASA CAIU TAMBEM PARA VOCE , ATE A CUT ESTA TE ESCRAXANDO.

domingo, 23 de abril de 2017

Sim eu estudei história.


 Sim eu estudei
história
Estudei a história sob os mais diversos ângulos,aprendi que socialismo e comunismo é uma utopia e que matou 
mais de 150 milhões de pessoas no mundo. 
todos os países socialistas as religiões eram perseguidas, e os religiosos eram mortos.
Nesses mesmos países homosexuais eram mortos.
Nenhuma economia funcionou diante desse plano de poder.
Mulheres e crianças sempre foram usadas como objetos sexuais.
Acabei vendo que dentro dessa covardia chamada socialismo/comunismo.
Deus sempre foi esquecido,porque essa promessa de governo acaba som todos principios morais.em fim realmente socialismo e comunismo acaba com a liberdade e direito do povo em geral. 
 E você ainda vai defender o socialismo?
11/11/2011 . Jorge Benny1

sábado, 22 de abril de 2017

Exclusivo: Exército nas ruas de Curitiba para proteger Sérgio Moro e a DEMOCRACIA!

Informação exclusiva: 
Curitiba, dia 03 de maio,  não será tomada pelo exército vermelho de Stédile, Chicão e Eva Dal Schiavon. Estará protegida pela Força Militar da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, estacionada em Ponta Grossa, há menos de 100 km do teatro de operações. Quem imaginou que Curitiba seria transformada num "inferno" pelas "viúvas lulistas" cometeu um equívoco abissal. 

Primário imaginar que as autoridades de segurança, agora coordenadas e comandadas por um "General Macho" do porte de Carlos Alberto dos Santos Cruz, iriam sucumbir e se acovardar no "grito",  PERDEU! Quem comandou no Congo e provou "o fogo" inimigo não se curvará diante de guerrilheiros de "palanque",  miseráveis do "pão com mortadela" e trinta paus... 
5 mil homens altamente treinados, comandados pelo General Combatente Jorge Roberto Lopes Fossi  darão o ritmo de como os "forasteiros" deverão se comportar diante do Foro Federal de Curitiba...
As ameaças disparadas nas redes sociais contra o Juiz Sérgio Moro, partidas da mais abjeta militância defensora da corrupção, pilhagem e fragmentação do Estado de Direito, sucumbirão diante da altivez e da coragem dos brasileiros destacados para defender a verdadeira democracia.
O recado está dado!

domingo, 16 de abril de 2017

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

General Heleno Publica Importante Mensagem Ao Povo Brasileiro Após Pedidos De Investigação Divulgados No Jornal Nacional.

“Quem vai sobrar mas ainda? Os cidadãos cidadãos de bem desse país a podem concluir que desde 1985 Vivemos em um ridículo simulacro de democracia representativa quantos dos nossos representantes do povo a começar pelos prefeitos e chegando ao Presidente da Republica , quantos foram eleitos de maneira honesta sem propina pelos seus méritos? Com poucas as protelações privilégios soluções ou apresentando soluções a curto prazo, quanto tempo mais participaremos desse circulo eleitoral.
A mensagem foi divulgada no Facebook do General Paulo Chagas

General Heleno: “Cabe a nós decidir impressionar fortemente para que isso ocorra acordo em brasileiros vamos fechar o Congresso Nacional não existe nenhuma democracia em nosso país mais.”
FONTE: noticiasbrasilonline.com.br
14/04/2017

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Se Temer e o Congresso insistirem em abafar a Lava Jato, haverá intervenção militar!

A política nacional sempre foi muito complicada, os observadores estrangeiros não conseguem entender tamanha esculhambação institucional, até mesmo os brasileiros têm enorme dificuldade, não conseguem acompanhar, a todo momento é preciso recorrer à tradução simultânea. Desde sexta-feira, dia 17, procura-se descobrir o real objetivo da explosiva entrevista que o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas (Foto), concedeu à repórter Monica Gugliano, do jornal Valor Econômico. Como se sabe, chefes militares jamais se pronunciam sobre assuntos políticos. Quando o fazem, é porque há alguma coisa de errado, aliás, muito errado.
O mais impressionante foi a rarefeita repercussão das declarações, que mesmo assim abalaram as estruturas do poder em Brasília, com reflexos por todo o país, porque o comandante do Exército não mediu as palavras. Às vésperas do carnaval, rasgou a fantasia e se incorporou ao Bloco dos Descontentes, ao afirmar que “somos um país que está à deriva, que não sabe o que pretende ser, o que quer ser e o que deve ser“.
Ainda não satisfeito, acrescentou: “Esgarçamo-nos tanto, nivelamos tanto por baixo os parâmetros do ponto de vista ético e moral, que somos um país sem um mínimo de disciplina social“.
TRADUÇÃO SIMULTÂNEA – Ao dar entrevista ao Valor, que é um jornal de circulação mais restrita na Organização Globo, que comanda sozinha a publicação, desde que a Folha se desligou da sociedade, o general deixou claro que estava dando um recado “interna corporis”, destinado a atingir apenas o governo, os políticos e as lideranças militares.
O fato concreto é que o descontentamento e a pressão interna nas Forças Armadas têm cada vez mais intensidade. Entre as lideranças militares, há consenso de que não há planejamento no país, a administração pública não tem metas nem visa a atender os reais interesses nacionais.
Um dos objetivos da entrevista do general Villas Bôas foi acalmar o pessoal da ativa e também da reserva, pois os três clubes militares estão defendendo abertamente uma intervenção das Forças Armadas, a pretexto de moralizar a política e a administração pública.
SEM INTERVENÇÃO – Com muita habilidade, o comandante do Exército descartou a possibilidade de derrubada do governo constitucional: “Interpreto o desejo daqueles que pedem intervenção militar ao fato de as Forças Armadas serem identificadas como reduto onde esses valores foram preservados. No entendimento que temos, e que talvez essa seja a diferença em relação a 1964, é que o país tem instituições funcionando. O Brasil é um país mais complexo e sofisticado do que era. Existe um sistema de pesos e contrapesos que dispensa a sociedade de ser tutelada. Não pode haver atalhos nesse caminho. A sociedade tem que buscar esse caminho, tem que aprender por si. Jamais seremos causadores de alguma instabilidade“.
O general tem razão. A Constituição deixa claro que cabe às Forças Armadas “a defesa da Pátria, a garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem”. E a Lei Complementar número 97 também é clara: ‘A atuação das Forças Armadas, na garantia da lei e da ordem, por iniciativa de quaisquer dos poderes constitucionais, ocorrerá de acordo com as diretrizes baixadas em ato do Presidente da República, após esgotados os instrumentos destinados à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio’”.
INTERVIR SIGNIFICA GOLPE – Sem a menor dúvida, a entrevista confirma a convicção de que não existe possibilidade de ocorrer a apregoada “intervenção militar constitucional”. O significado real seria “golpe de estado” ou “golpe militar”, apenas isso.
Segundo as cuidadosas declarações do comandante do Exército, essa hipótese estaria afastada. Mas acontece que as aparências sempre enganam, quando se trata da política brasileira. Na entrevista, a ênfase dada à moral e à ética, assim como a incisiva defesa da Lava Jato (“É a grande esperança de que se produza no país alguma mudança nesse aspecto ético que está atingindo nosso cerne, que relativiza e deteriora nossos valores“) – tudo isso demonstra que as Forças Armadas não estão desatentas nem omissas.
Ainda em tradução simultânea, o general Villas Bôas deixou claro que, se o Planalto e o Congresso insistirem nessa irresponsável tentativa de inviabilizar a Lava Jato, a história vai se repetir no Brasil, e não será como farsa. Portanto, espera-se que o presidente Michel Temer tenha um mínimo de juízo e não ouse levar adiante essa injustificável iniciativa.